Os Cavaleiros do Zodíaco – O Santo Guerreiro


O Santo Guerreiro (Capa)

O Santo Guerreiro (Capa)

Sinopse: O Santo Guerreiro é o primeiro filme dos Cavaleiros do Zodíaco. Foi lançado em 1987 de forma independente, não seguindo a cronologia do anime nem do mangá. Esta foi a primeira história especial dos Cavaleiros do Zodíaco. O curta conta a história da Deusa Éris que encarna na jovem Eiri e seqüestra a Saori Kido para tomar seus poderes, usando seu pomo dourado. Os cavaleiros de Bronze vão ao santuário de Éris resgatá-la. No santuário acontece lutas contra cavaleiros de Atena traidores, agora como fantasmas de Éris.

A deusa da discórdia, Éris, que ama o caos e a discórdia, foi aprisionada no passado dentro da Maçã de Ouro (É de onde vem o termo pomo da discórdia) que acaba caindo na Terra guiada pelo cometa Leparus. Ergue seu santuário e ressurge na época atual com o próposito de tramar contra a vida de Saori Kido, que é a reencarnação da deusa Atena. Éris reencarna temporariamente no corpo da jovem Eiri e sequestra Saori Kido com o objetivo de sugar todo seu cosmo. Para isso, coloca a maçã dourada no peito de Saori e começa a retirar a energia vital de Atena. Para evitar isso os cinco Cavaleiros de Atena levantam-se contra os cinco Cavaleiros Fantasmas, antigos cavaleiros de Atena, ressuscitados por Éris. Os cavaleiros de Atena têm até o pôr do sol para salvá-la e por fim as ambições da deusa do mal, que pretende ressuscitar-se por completo e trazer a vida todos os guerreiros mortos no passado e condenados por Atena por cometerem atos diabólicos. Se Éris ressuscitar por completo este mundo estará perdido! Só os cavaleiros da esperança podem por fim a seus intentos malignos!

Meu comentário: Esse OVA é clássico! Antes, aqui no Brasil, ele se chamava apenas “Os Cavaleiros do Zodíaco – The Saint Seiya”. Depois de se admitir vários erros de tradução, o nome foi mudado para “O Santo Guerreiro” que ainda não é mais correto mas tudo bem né, fazer o quê? Acho que deveria simplesmente se chamar “A Batalha de Éris”, mas é uma pena que eu não tenho poder pra mudar isso. (rsrs)
É uma história legal. Sempre dou muita risada quando o Maiya se apresenta dizendo: “Eu sou Maiya de Sagitta, aquele que tem as flechas mortais”. Eu dou risada porque ele é muito fraco. Qualquer um que perde pro Seiya, pra mim, num tem moral. E também dou risada do Kraisto. Ele dá uma risadinha e diz: “Mas é o Hyoga em pessoa!” Tipo, fica muito claro que os caras queriam apenas aparecer, competir. O Yan diz pro Shiryu: “Vejamos qual o escudo mais forte.”
As lutas são meio previsíveis, mas mesmo assim é uma boa história. Se você gosta da série não pode deixar de assistir esse OVA.

Saudações!

Sobre Amauri E. Hitchens

Sou um blogueiro feliz! :)
Esse post foi publicado em Cavaleiros do Zodíaco, Os e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário, é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s